9 de ago de 2011

Adeus, Maria Fulô!

Lembram do trabalho que viria em seqüência ao "Amused do Death"? Pois aqui está ele!



Esta colagem digital foi planejada originalmente para ser uma pintura, porém com certeza acabou funcionando muito melhor dessa forma, onde convivem elementos desenhados com fotografias.
Acredito que a mensagem é bastante clara... Iludidos por uma falsa sensação de riqueza, gerada pelo rápido acesso à bens de consumo, nossa cultura sofre mudanças vertiginosas, e com ela a própria auto-imagem do brasileiro. Na alimentação, cada vez mais, temos produtos industrializados e até então inacessíveis em detrimento de alimentos mais naturais, tradicionais e regionais.
Estas mudanças geram uma mudança não só psicológica mas também física do brasileiro, que passa a conviver com a obesidade e diversas doenças originadas pelos novos e desregrados hábitos alimentares.
É um Brasil que se acredita novo devido à sua nova superfície. Se despede de um passado tristonho de retirantes famélicos, de alimentos brutos e simples, de desgaste físico extremo, mas não percebe que, por falta de consciência e critério, está pagando muito caro para se condenar à um destino, talvez, pior.
E que, sob uma camada tão espessa quanto a sua nova gordura, ele continua ainda o mesmo brasileiro que conhecemos.
O título remete à música do Sivuca, em que se despede da interiorana Maria Fulô.

----------------------------------

Remember the work that would give sequence to the "Amused to Death" one? Here it is!
This digital collage was originally planned to be a painting, but for sure it worked much better this way, where
drawn pictures coexist with photographic elements.
I think the message is quite clear ... Deceived by a false sense of wealth, generated by quick access to consumer goods, our culture suffers a rapid change, and with it the self-image of Brazilians. The food becomes increasingly industrialized at the expense of more natural foods, traditional and regional.
This process cause changes not only psychological but also physical to Brazilians, who now faces obesity and various diseases originated by new and dissolute habits.
It is believed that there´s a new Brazil due to its new surface. It says "goodbye" to the starving refugees, food raw and simple, extreme physical stress, but does not realize that, for lack of awareness and insight, is paying dearly to sentence him to a fate perhaps worse.
And that, under a layer as thick as its new fat, it is still the same Brazil that we know.

"Adeus Maria Fulô" is the name of a song by Sivuca, and means something like "Goodbye Maria Fulô", being Maria Fulô the name of a provincial girl. 
The subtitles in the pictures stands for "Or 'how they teach the country bumpkin that he had became rich and deserved more, exchanging the cassava flour for junk food'".

Um comentário:

  1. Seus trabalhos são incríveis! E a mensagem que vc quer passar é tão clara que nem precisaria do "resumo". Excelente!

    ResponderExcluir